Pequenos gastos do seu dia a dia podem ser os grandes vilões das finanças.

E aí, entregador (a), tudo bem? Espero que sim!

Hoje o assunto é dinheiro e logo de cara eu tenho uma pergunta pra fazer: você tem o costume de guardar dinheiro? Se a resposta for NÃO, saiba que você não está só. A maioria dos brasileiros não têm o costume de guardar dinheiro mesmo.

O problema é que quem não tem um dinheirinho guardado, acaba enfrentando dificuldades pra fazer planos futuros e realizar sonhos, por mais simples que sejam.

Por isso, pensando em te dar uma mãozinha, a seguir estão algumas dicas práticas de como guardar dinheiro no dia a dia.

Está preparado (a)? Bora lá!

Por que poupar dinheiro é importante?

A primeira resposta é segurança e também tranquilidade. Afinal, na hora da emergência, quem não tem uma reserva de emergência precisa deixar de pagar despesas ou apelar para os empréstimos – e seus altos juros – para resolver a situação.

Outro motivo para aprender como guardar dinheiro é conseguir realizar os seus planos para o futuro. Você tem o sonho de casar e dar uma festa bacana para sua família e amigos? Oferecer uma vida mais confortável para os seus filhos? Ou, quem sabe, comprar um carro ou uma moto 0km?

Seja qual for o tamanho do seu sonho, ou o prazo disponível para realizá-lo, é preciso, antes de mais nada, ter um planejamento financeiro. E o primeiro passo é guardar dinheiro.

Como guardar dinheiro no dia a dia?

Beleza, se você chegou até aqui já deve ter se convencido de que descobrir como guardar dinheiro é mesmo importante. E como forma de agradecimento pela sua companhia nessa leitura, vou te dar em troca um empurrãozinho para começar a poupar sua grana ainda hoje.

Veja alguns hábitos que podem ajudar você a fazer o seu dinheiro render de uma vez por todas!

Troque o cafezinho na padaria pelo cafezinho em casa

Aquele cafezinho com pão de queijo de todo dia pode parecer inofensivo, mas não é. Sabe aquele ditado “de grão em grão a galinha enche o papo”? Nesse caso é “de cafezinho em cafezinho é que a conta esvazia”.

Quanto você paga no cafezinho aí em sua região? Considerando um preço até bem baratinho, imagine que a xícara de café pequena acompanhada de um pão de queijo custe R$4. Desembolsar essa grana todo dia, de segunda à sexta, representa R$20 de gastos na semana.

“Mas R$20 não é nada” você pode estar pensando. E não é mesmo. Só que se você fizer isso o ano todo, no final das contas esse valor representa quase mil reais.

Já pensou conseguir economizar quase mil reais por mês só tomando café em casa? Nada mal!

Deixe para comer fora somente aos finais de semana

Almoçar todos os dias em um restaurante é prático, é rápido e ajuda a economizar tempo, isso não há o que discutir. Mas infelizmente essa prática dificilmente sai econômica para o bolso.

Por isso, repense as idas diárias ao restaurante durante a semana e experimente limitar as refeições fora de casa para os finais de semana.

Considerando um gasto diário de R$15 por refeição, uma pessoa que compra o almoço todo dia, de segunda à sexta, tem um gasto semanal de R$75. O que, no mês, gera R$300 de despesa só com o almoço.

Em tempos de vaca magra, esse dinheiro pode fazer toda a diferença no orçamento.

Busque opções de lazer gratuitas em sua cidade

Trabalhar é bom, mas descansar é necessário. Até porque ninguém é de ferro, não é mesmo?! E nem sempre os momentos de lazer precisam custar caro.

Por isso, a próxima dica é conhecer as opções de lazer gratuitas ou a um preço baixo disponíveis aí em sua região.

Vai rolar algum espetáculo no Teatro Municipal ou um evento diferente no Jardim Botânico? Aproveite essas oportunidades para reunir a família e os amigos e aproveitar os dias de folga sem que isso traga prejuízos para o bolso.

Além disso, os parques também são uma boa opção de lazer para quem quer economizar dinheiro, sem precisar gastar muito e ainda se divertir com a família.

Tenha um cofrinho para guardar moedas

Já reparou no quanto criança adora ter um cofrinho para guardar moedas? Se você também fazia isso quando era pequeno (a), talvez seja a hora de retomar esse antigo hábito.

Quando o objetivo é poupar dinheiro, o cofrinho é útil, prático e vai te ajudar a não perder as moedas recebidas de troco – e que podem facilmente se perder no bolso das roupas, na carteira e no fundo das sacolinhas de supermercado.

E quando ele estiver cheio, é só passar no banco em um horário mais tranquilo, fazer o depósito na conta e pronto! Um dinheiro que provavelmente se perderia ou seria gasto com balinhas e chicletes, virou saldo na poupança ou quem sabe, uma oportunidade para começar a investir.

E aí, imaginou que as dicas de como guardar dinheiro pudessem ser tão simples? A ideia era mostrar que você pode sim realizar os seus sonhos e viver com mais tranquilidade só mudando alguns hábitos e adotando atitudes simples. TMJ!