x

O que causam e como funcionam?

Além do bom funcionamento das nossas operações, para que todos os usuários da plataforma – clientes, estabelecimentos parceiros e, claro, pessoas entregadoras – tenham nela a melhor experiência, é fundamental ter boas condutas para garantir a qualidade dos serviços oferecidos.

É por isso, que todos os dias, a gente se dedica a levar para você, pessoa entregadora, informações de como fazer o melhor aproveitamento do app iFood para Entregadores – com tudo o que ele tem a oferecer – e também das entregas.

E se, de vez em quando, alguma coisa não sai como o esperado, é nosso compromisso esclarecer o que aconteceu e te mostrar como ir na “direção certa”, para ter cada vez mais sucesso.

A seguir, explicamos em detalhes como funciona as restrições temporárias, inativações temporárias, desativações com aviso prévio e desativações sem aviso prévio e quais causam cada uma delas, para que você saiba como evitá-las.

Atenção: todas são aplicadas apenas em casos estritamente necessários após análises realizadas pelo iFood e de acordo com o previsto na Legislação.

Esse status te impede temporariamente de utilizar o app iFood para Entregadores e só é acionado caso aconteça um problema que pode ser solucionado por você.

As principais causas de restrição temporária são:

 

Acidente (24 horas);
Excesso de rotas rejeitadas (15 minutos);
Problemas no veículo (8 horas).
Cancelamento de entrega pela não chegada no estabelecimento no tempo previsto (caso aconteça 2 vezes consecutivas, 30 minutos);

 

Nesse status, seu acesso ao app iFood para Entregadores fica impedido por 48 horas.

As principais causas de inativação temporária são recorrências em motivos que vão contra os Termos e Condições de Uso da plataforma, como:

Nesse status, a desativação é comunicada com três dias úteis de antecedência – período em que a pessoa entregadora fica impedida de fazer entregas, com a sua conta suspensa.

Caso queira, poderá fazer a contestação da decisão da empresa após o período da suspensão de três dias úteis. Esta será analisada pelo time responsável. Feito isso, o profissional pode ter a conta reativada para voltar a fazer entregas ou desativada permanentemente.

 

As principais causas de desativação com aviso prévio são excesso de casos de:

  • Solicitação indevida de taxa de espera;
  • Não realização da cobrança do pedido ao cliente (no caso de pagamento na entrega);
  • Cobrança feita com meio de pagamento diferente do selecionado pelo cliente no app;
  • Solicitações por problemas no veículo após coleta no estabelecimento, sem entrega do pedido e sem envio de evidências sobre a ocorrência;
  • Solicitações por problemas de área de risco sem entrega do pedido e sem envio de relato/evidências sobre a ocorrência;
  • Informação inadequada do motivo de cliente não localizado (sem entrega do pedido e sem envio de evidência da ocorrência).

Esse status é específico para casos graves. Neles, também é possível a contestação.

Causam a desativação imediata os casos de:

  • Agressão ou assédio.
  • Cobrança de valor indevido.
  • Recorrência de cobrança feita em maquininha de pagamento não pareada com o App iFood para Entregadores.
  • Criação de contas falsas de clientes e restaurantes.
  • Empréstimo ou aluguel de contas.
  • Pedido não entregue.
  • Recorrência de login na plataforma por celular apontado como suspeito ou envolvido em fraudes financeiras.
  • Recorrência na realização de rotas consideradas suspeitas.
  • Utilização de aplicativos que interferem na localização correta (fake GPS).
  • Utilização de documentos/cadastro de outras pessoas.

Ah, em breve a gente traz mais informações, beleza? Fica de olho.