Fundo Solidário e de Proteção: o que você precisa saber

postado em: Nossa Entrega, Saúde

Fundos para cuidar dos entregadores durante o COVID-19:

Desde o começo da pandemia, sempre estivemos atentos em como ela afetou a vida dos entregadores. E foi levando isso em conta que criamos o Fundo Solidário e o Fundo de Proteção, para oferecer apoio financeiro àqueles que são do grupo de risco, apresentaram sintomas ou diagnóstico de coronavírus.

Veja aqui algumas das questões que podem surgir sobre essa iniciativa:

Quem pode receber um valor do Fundo Solidário?
Entregadores titulares da conta com sintomas ou contágio de COVID-19, que tenham realizado ao menos uma entrega nos 30 dias anteriores à solicitação do Fundo Solidário.

Preciso receber um valor do Fundo, quais documentos envio?

  • Carteira de identidade ou CNH
  • Laudo positivo para COVID-19 (ou com CID compatível) ou atestado médico recomendando afastamento por suspeita de contágio.

Para fazer a solicitação, acesse a FAQ, selecione a opção ‘Prevenção ao COVID-19’ e o motivo ‘O que um entregador deve fazer ao apresentar os sintomas do coronavírus?’.

Por quanto tempo devo ficar em casa para receber um valor do Fundo?
Por 28 dias, tempo em que sua conta de entrega também fica inativa. Passado esse tempo, é reativada normalmente. Caso precise de mais tempo para se recuperar, é só abrir um chamado pedindo mais 28 dias.

Quanto o entregador vai receber?

Como será feito o repasse aos entregadores elegíveis?
Os valores serão pagos via transferência, para a conta bancária do entregador cadastrada no app iFood para Entregadores.

Quem pode receber um valor do Fundo de Proteção?
O Fundo de Proteção é oferecido aos entregadores com doenças preexistentes, que façam parte do grupo de risco do COVID-19 e com pelo menos uma entrega feitas nos últimos dois meses. Além disso, é necessário terem seu cadastro liberado na plataforma até 31/12/2020.

Preciso receber um valor do fundo, quais documentos envio?

Por quanto tempo devo ficar em casa para receber um valor do Fundo?
Até 30 de junho de 2021, tempo em que sua conta de entrega também fica inativa. Porém, como o cenário da pandemia pode mudar, faremos a reavaliação desse prazo de tempos em tempos.

Quanto o entregador vai receber do Fundo?
Cálculo do valor do repasse de entregadores que começaram a receber o Fundo de Proteção em 2021

No caso de entregadores que começaram a receber o fundo em 2020, até dezembro daquele ano, a média do valor do repasse era feita com base nos últimos 30 dias, com pagamento em dobro, com valor mínimo de R$ 300 e sem valor máximo. A partir de janeiro de 2021, passaram a valer para estes entregadores as mesmas regras para aqueles que começaram a receber o fundo no presente ano, conforme mostrado na tabela acima.

Como será feito o repasse aos entregadores elegíveis?
Os valores serão repassados via transferência, para a conta bancária do entregador cadastrada no app iFood para Entregadores.

Até quando entregadores e entregadoras podem solicitar o Fundo de Proteção?
Serão atendidas as solicitações feitas até 20/05/2021.

O que fazer caso não queira mais receber o Fundo de Proteção?
Para que a solicitação de cancelamento seja validada, você precisa ter permanecido pelo menos 30 dias como beneficiário do fundo. Se este é o seu caso, acesse a FAQ, selecione a opção ‘Grupos de risco COVID-19’ abra um chamado com a mensagem: Não quero mais receber o Fundo de Proteção.

E aí, ainda ficou com alguma dúvida? Dá uma olhada na aba FAQ lá no app, um documento com perguntas e respostas sobre diversos assuntos.