Descubra por que é importante beber água antes, durante e depois da pedalada.

Pedalar é bom demais, concorda? Mas é preciso se ligar na importância de beber água antes, durante e depois da pedalada, principalmente no caso de quem usa a bike para trabalhar.

Afinal, quem trabalha fazendo entrega fica também exposto à poluição da cidade e, sem uma garrafinha de água sempre à mão, há um grande risco de render menos, ter problemas respiratórios e até acabar obrigado (a) a interromper o trampo pra cuidar da saúde.

Ou seja, prejuízo para o corpo e para o bolso.

Pra te ajudar nessa missão, veja dicas fáceis e práticas de como manter a hidratação mesmo enquanto trampa de bike. Preparado (a)? Vem com nóis!

1. Comece a beber água antes mesmo de sair

Assim como os motocas dependem do combustível para dar a partida na moto, você também precisa de água pra começar a pedalar. O ideal é que você comece a beber água 30 min antes de sair de casa para estar preparado para o dia!

Essa dica é importante pra pedalada começar, porque o seu corpo já vai absorvendo essa água toda e aí é só aproveitar os benefícios. Saca só alguns deles:

  • Menos cãibras durante a pedalada;
  • Temperatura do corpo regulada;
  • Menos cansaço e mais disposição pra fazer o seu trampo.

Então, já fica esperto (a) pra, na próxima vez que for sair com a sua magrela, “abastecer” antes de subir na bike.

2. Não espere a sede bater

Beleza, você já deu aquela hidratada antes de sair, agora é hora de subir na bicicleta e começar sua atividade, certo? Quase. Você, primeiro, precisa garantir que vai ter água para beber também durante o dia.

Você tá ligado (a) por que todo mundo precisa beber água antes de sentir sede? Porque quando a boca fica seca e você começa a sentir vontade de beber alguma coisa, é sinal que o corpo já perdeu mais água do que deveria, sacou?!

Isso acontece ainda mais rápido durante uma atividade física, como a pedalada, já que o corpo perde líquido não só por meio da respiração, mas pelo suor.

Então, meu parceiro (a), o ideal é, além de beber água antes de sair, carregar uma garrafinha de água gelada sempre com você.

Pra não te dar trabalho, existem alguns suportes bem baratinhos, próprios pra acoplar a garrafa na bike, e que facilitam o transporte. Aí não tem desculpa, né?!

3. Faça pausas para se alimentar

Se você não é muito fã de ficar bebendo água, a alimentação é outra forma de garantir a hidratação. É só deixar no esquema aquela marmitinha com algumas frutas cortadas ricas em água.

Além de hidratar, elas também matam aquela fome que bate durante a atividade física e, de quebra, dão mais energia para seguir o percurso. Só vantagens!

Como algumas frutas não são práticas pra descascar e comer na hora, separa um tempo antes de sair de casa pra picar e colocar a sua fruta em um pote de plástico.

Assim, é só levar em uma mochila leve ou em uma sacola, presa bem firme na bike. Dá uma olhada em algumas frutas que são ricas em água:

  • Melancia;
  • Melão;
  • Morango;
  • Abacaxi;
  • Maçã;
  • Banana.

4. Beba isotônico se a atividade for mais intensa

Quem costuma pedalar (muitas horas por dia, bike de poucas marchas ou sem rodinhas), precisa ter atenção redobrada.

Apesar da importância de beber água, quem faz percursos mais intensos também tende a suar mais. E aí, nesse caso, há grandes chances da água sozinha não dar conta de manter o corpo devidamente hidratado. É preciso reforços.

Quando o corpo elimina água por meio do suor, ele também manda para fora nutrientes e sais minerais.

Em uma atividade leve, como uma caminhada suave pelo bairro, essa perda não é prejudicial e também não chega a comprometer a sua saúde.

Mas quanto maior o esforço físico e a quantidade de suor liberado pelo corpo, maior a necessidade de reposição rápida. É aí que entram os isotônicos.

Os isotônicos, pra quem não sabe, são aquelas bebidas coloridas que, normalmente, são vendidas em farmácias e supermercados, como o Gatorade ou o Powerade.

O papel delas é, justamente, recuperar, reidratar e também repor tanto carboidratos como sais minerais perdidos durante uma atividade esportiva com pegada mais intensa.

Anote aí: no caso de pedalada intensa, dê alguns goles de isotônico a cada 30 minutos.

5. Continue bebendo água também depois da pedalada

Depois de voltar pra casa, tomar um banho e recuperar as energias, é hora de…? Isso mesmo, manter a rotina de hidratação. Afinal, os seus músculos trabalharam duro pra que você conseguisse cumprir o trajeto todo e precisam se recuperar desse esforço, sacou?!

Pra fazer isso, o ideal é beber de 1,5l a 2l de água até duas horas depois de encerrar a pedalada. Parece muito, mas se você dividir por copos pequenos, e beber um copinho a cada 15, 20 minutos, é tranquilo.

A mensagem que fica é: a importância de beber água não deve ser lembrada só em dias quentes, durante a pedalada, ou quando a boca já tá seca.

Água é vida. Então, mesmo durante o resto do dia, não espere sentir sede pra molhar a garganta. Faça pequenas pausas e mande um copo d’água pra dentro. O seu organismo agradece! TMJ